Pedido de Casamento no Rio de Janeiro

Que eu sou loucamente apaixonada pelo Rodrigo acho que não é novidade pra ninguém – nem mesmo para os casais que tiveram só um contato inicial com o Bem no Tom. Rodrigo é tão, mas tão meu que acho que nunca fico sem mencioná-lo em uma conversa inicial.

Mas algo que deve ser novidade para muitos é o meu amor (platônico, será?) pelo Rio de Janeiro. Sou Mineiroca: Mineira com coração de carioca. Morei no Rio durante 6 anos e só saí de lá porque encontrei alguém que me deixa mais feliz diariamente do que ver o Pão de Açúcar no caminho para o trabalho ou ver o por do sol na praia de Ipanema durante o horário de verão.

Apesar de ser do interior de Minas e Rodrigo ser de São Paulo, decidimos escolher o Rio para sediar nosso casamento – e minha despedida. Rodrigo queria casamento na praia, eu queria algo mais tradicional – noturno, mas não só porque eu gostava mais da noite, também porque chovia toda vez que o Rodrigo ia me visitar no Rio. Sério, toda vez! ! Como sou prevenida, já quis logo um local que fosse fechado para não nos preocuparmos – e de fato choveu torrencialmente no dia do nosso casamento! 

Em Abril de 2015, na semana santa, quando minha família toda estava me visitando, Rodrigo decidiu me surpreender. Já havíamos decidido em comum acordo que nos casaríamos e aquilo pra mim já estava oficializado. Só faltava ele comunicar o meu pai. 

Decidimos fazer uma caminhada pela praia logo de manhã, Rodrigo estava mais inquieto e nervoso do que nunca. Eu sabia que ele iria falar com meu pai sobre o casamento, que levaríamos toda a família no local que estávamos escolhendo, etc… então imaginei que fosse isso. 

Durante nossa caminhada, Rodrigo começou a falar como ele estava feliz comigo. Que queria passar o resto da vida dele ao meu lado, que ele sabia que tinha feito uma boa escolha, etc…

Daí ele disse: “você sabe que o meu sonho sempre foi casar na praia, né?”

“Ai Rodrigo, tô ficando com a consciência pesada. Quer olhar outro lugar?” respondi.

“Não, deixa eu terminar de falar.”

(gente, eu sou dessas! que fala muito até atrapalha a concentração do menino.)

“Joyce, como eu tava falando, meu sonho sempre foi casar na praia. Mas já que não vamos fazer isso. Eu quero que pelo menos o nosso noivado seja em um lugar especial…”

Daí ele se ajoelhou e eu fiquei com uma cara de “oi? O que você ta fazendo?”

“Joyce, você aceita se casar comigo?”

E adivinhem? Eu não conseguia responder nada haha. Mas foi bom que deu tempo pra tirar essa foto. 

“Joyce, responde algo. Meu joelho ta doendo!”

“Sim, claro que sim!!” – daí já comecei a chorar e já viu, né?

Não tava nada planejado, eu não tinha feito unha, tava de bermuda e camiseta. Mas foi um momento muito especial. Ainda bem que tem foto pra gente reviver, né? As fotos foram feitos por Arthur Magalhães, um super amigo meu lá do Rio que também fez o nosso Save the Date. Vou postar depois.